VÍDEO: Influencer Itallo Bruno, preso durante operação no Piauí, lavava dinheiro para facção, diz delegado

A Polícia Civil deu detalhes sobre a Operação Jogo Sujo deflagrada na manhã desta quinta-feira (11). O empresário e influencer Itallo Bruno é um dos presos da operação. Na ocasião, foram apreendidos veículos de luxo. O delegado Matheus Zanatta descreveu, como funcionava o esquema. Segundo ele, Itallo lavava dinheiro para facções criminosas.

“Esse pessoal angariava dinheiro dessas rifas, distribuía para outras pessoas, compravam imóveis, carros e moto de luxo no intuito de dar legalidade a esse dinheiro, por isso que foi caracterizada a lavagem de capitais. Esse dinheiro também estava sendo movimentado por uma pessoa que está no sistema prisional, que é faccionada, e que possivelmente o principal alvo da operação que é o ítalo, ele lavava dinheiro para essa facção criminosa”, destacou o delegado Matheus Zanatta.

De acordo com as investigações, o empresário e influenciador digital teria movimento cerca de, pelo menos, R$ 4 milhões em um período de dois meses para membros de facção criminosa.

“O Itallo foi o ponto focal, de onde partiram as denúncias que a gente recebeu. E a partir dele que a gente encaminhou a investigação. Percebemos várias discrepâncias bem nítidas, de patrimônio. Então, assim, ele tinha uma renda declarada de dois mil reais e uma empresa cadastrada de mil reais. E estava faturando quase dois milhões em um período de três meses, aproximadamente. Então, tinha uma discrepância muito grande. Fora isso, ainda a gente verificou que até por meio dele mesmo, que ele mesmo divulgava vários artigos de luxo”, explicou o delegado Alisson Landim Macedo.

A operação prendeu 11 pessoas e apreendeu oito carros e 13 motos, além de porção de maconha. Na ocasião, a mãe, irmã e amigos de Itallo foram conduzidos pela polícia.  Um funcionário da Assembleia Legislativa também está sendo investigado em relação ao reboque de veículos. Segundo as investigações, essas outras pessoas presas, suspeitas de participar dessa rede criminosa, tinham diversas tarefas, serviam como despachantes para adquirir e esconder os veículos das rifas.

O delegado Alisson destacou que alguns dos supostos prêmios não estavam em nomes dos ganhadores das rifas. Inclusive, os premiados também poderão ser investigados.

“Ele usava o Instagram, divulgava o site com o nome dele, a pessoa fazia as rifas e ele dizia que sorteava, apesar de alguns levantamento apontar que alguns ganhadores com prêmios relevantes não foram divulgados, alguns carros não estavam nos nomes dos ganhadores, vamos verificar isso, porque nos causa estranheza”, disse.

Saiba quem é 

Itallo Brunno é um empresário bastante conhecido na capital piauiense. Somente em uma rede social, ele acumula mais de 670 mil seguidores. No perfil, ele compartilha registros pessoais e de suas conquistas, entre elas, veículos de luxo. Ele ganhou fama pela prática do “grau”, onde se realiza manobras para empinar a motocicleta, deixando a roda dianteira no alto enquanto se equilibra na traseira

Segundo informações o empresário divulgava rifas que prometiam prêmios de grande valor financeiro em sorteios com valor bem abaixo. Ele foi preso na manhã desta quinta (11) em sua residência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Arquivos do Blog