Temer sugere a Lula que convide Bolsonaro para fazer parte de seu governo

O ex-presidente Michel Temer, do MDB, afirmou que o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deveria chamar o presidente Jair Bolsonaro (PL) para “auxiliar no novo governo”.

O emedebista, conforme antecipou o Conexão Política, abriu o evento Lide Brazil Conference, em Nova York. O encontro conta com a participação de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

— Eu compreendo bem as angústias do presidente eleito, mas, ao invés de fazer críticas ao atual, deveria chegar e dizer: ‘peço a sua colaboração’. Chamá-lo, até: ‘venha governar comigo, auxiliar no governo, conversar, reconstruir o Brasil — disse.

De acordo com Temer, o país tem “ignorado o texto constitucional” ao ser palco de episódios de violência política. Para ele, “a polarização está no campo do embate de ideias, e por isso é útil ao país. O que temos assistido aqui é à radicalização”, argumentou.

— Quando eu falo em pacificação do país, não é porque eu particularmente queira pacificá-lo, mas porque eu sou servo da Constituição Federal, e é a Constituição Federal que prega a ideia de paz — reiterou.

Por fim, o político expôs que “toda vez que há desarmonia entre os Poderes, há inconstitucionalidade” e, além de tudo, “a ideia do autoritarismo, por confrontar a Constituição, gera intranquilidade absoluta no país”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Arquivos do Blog