Sérgio Hondjakoff, o Cabeção de Malhação, era mantido em cárcere em clínica

De acordo com o MP, o ator estava entre os 46 pacientes de uma clínica de reabilitação do uso de drogas fechada na quarta (4/8)

O ator Sérgio Hondjakoff, 37 anos, que fez o personagem Cabeção na novela Malhação, da Rede Globo, estava entre os internos que, de acordo com o Ministério Público, eram mantidos em cárcere privado em uma clínica em Pindamonhangaba, no interior de São Paulo.

O local foi fechado em uma ação do órgão na quarta-feira (4/8).Lá, 46 pacientes em tratamento para reabilitação do uso de drogas estavam trancados em quartos, sem acesso às chaves. Dois funcionários foram presos.

Segundo o G1, os internos disseram que tinham ligações com os familiares controladas e monitoradas pelos donos do local e que tiveram que pagar uma taxa à clínica para serem vacinados contra a Covid-19.

A reportagem também diz que o nome de Sérgio não estava na lista de pessoas internadas na clínica, e que ele ficará sob os cuidados da assistência social da prefeitura de Pindamonhangaba até a chegada da família.

Após a ação do MP, os internos passaram por entrevistas com assistentes sociais. Alguns deles foram levados para outras clínicas de reabilitação ou clínicas psiquiátricas. A polícia informou que os donos da clínica vão responder por sequestro.

Em um vídeo, Sérgio Hondjakoff negou que estivesse em cárcere privado e afirmou estar em Resende, no sul do estado do Rio de Janeiro.

“Oi, pessoal. Boa tarde. Vim desmentir mais um boato que saiu na internet dizendo que eu estaria internado em uma clínica, em cárcere privado. Estou em Resende com a minha mãe. Estou curtindo essas férias de inverno”, disse.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Arquivos do Blog