Presos suspeitos de envolvimento no assassinato do ex-secretário de Agricultura de Parnarama-MA 

O crime aconteceu no dia 17 de julho deste ano, quando Rildanio Ramos Barros, de 34 anos, foi encontrado morto com mais de dez tiros na região da cabeça e no peito.

Ex-secretário de Agricultura de Parnarama é encontrado morto com com mais de dez tiros — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Ex-secretário de Agricultura de Parnarama é encontrado morto com com mais de dez tiros — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Três pessoas foram presas, na manhã dessa sexta-feira(18), suspeitas de envolvimento na morte do ex-secretário de Agricultura da cidade de Parnarama, a 487 km de São Luís.

As prisões dos suspeitos foram realizadas durante a operação ‘Grilagem’, que contou com a participação de policiais civis das Delegacias Regionais de São João dos Patos e Presidente Dutra, com apoio do Núcleo de Inteligência de Timon.

Além de cumprir os mandados de prisão temporária, a Polícia Civil do Maranhão também cumpriu mandados de busca e apreensão contra endereços ligados aos investigados.

Nos locais a polícia apreendeu: uma espingarda calibre 12 Mod. 5862 CBC; 11 munições calibres 12; uma munição de metal calibre 32;um rifle Cal. 38; uma espingarda tipo bate-bucha marrom; uma cartucheira de cano inox; dois bate-buchas; uma carabina CBC calibre 28; uma pistola Taurus Calibre 380 inox;66 munições calibre 380; três munições calibre 38; uma motosserra STHL MS-310 laranja e dois rádios comunicadores.

Presos suspeitos de envolvimento no assassinato do ex-secretário de Agricultura da cidade de Parnarama — Foto: Divulgação/Polícia Civil do Maranhão.

Segundo as investigações, a motivação do crime está relacionada a grilagem de terras na região de Buriti Bravo. O caso segue sendo investigado para que a polícia identifique mais fatos o assassinato.

 

O crime

 

O ex-secretário municipal de Agricultura de Parnarama foi encontrado morto com mais de dez tiros no dia 17 de julho deste ano. De acordo com a Polícia Civil do Maranhã, Rildanio Ramos estava sozinho em sua propriedade, localizada em uma área remota entre Parnarama e Buriti Bravo, quando foi morto. Ele foi atingido na cabeça e no peito.

Ao lado dele, havia uma motocicleta com marcas de tiros. Segundo a polícia, o crime pode ter ligação com o conflito de terras já que a vítima era presidente dos Trabalhadores na Agricultura Familiar.

Fonte G1 MA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Arquivos do Blog