Prefeita de Paço do Lumiar é alvo de pedido de cassação por irregularidades na gestão

A prefeita de Paço do Lumiar, Maria Paula Azevedo Desterro, conhecida como Paula da Pindoba, pode perder o mandato por acusações de infração político-administrativa e enriquecimento ilícito. Dois moradores do município, Messias Fonseca dos Santos e José Eurípedes Cruz da Fonseca Júnior, protocolaram na Câmara de Vereadores, às 11h02 desta terça-feira (20), um pedido de afastamento e cassação da gestora.

Segundo o Blog do Domingos Costa, que teve acesso ao documento de 17 páginas, os autores do pedido de cassação alegam: 1 – Não apresentação das contas à Câmara de Vereadores, o que segundo eles, configura infração político-administrativa; 2 – dano ao erário público o que ocasionou enriquecimento ilícito em fatos alusivos à Operação Mustache, deflagrada pela Polícia Federal que investiga desvio de recursos da Saúde e Educação.

O pedido também denuncia que a prefeita contratou uma empresa fantasma para fornecer material de informática, sem licitação, causando um prejuízo de mais de R$ 1 milhão aos cofres públicos. Eles pedem que a Câmara de Vereadores instaure uma Comissão Processante para apurar as irregularidades e afaste a prefeita do cargo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Arquivos do Blog