Noivo de modelo maranhense morre em troca de tiros com policiais em SP

Bianca Klamt e o marido, em postagem nas redes sociais (Foto: Reprodução)

O empresário Rogério Saladino, de 56 anos, noivo da modelo maranhense Bianca Klamt, morreu no sábado, 16, durante um tiroteio nos Jardins, bairro de alto padrão em São Paulo. Outras duas pessoas também foram baleadas na ocasião, incluindo uma policial.

Dono de uma mansão na localidade, o empresário e seu vigilante, que também morreu, teriam confundido dois policiais com ladrões, e então teve início a troca de tiros.

A dupla de policiais se deslocou à região para investigar o furto em uma residência que ocorreu no dia anterior, e Rogério Saladino teria se assustado quando os agentes tocaram a campainha.

Ainda morreram na troca de tiros a investigadora Milene Bagalho Estevam, de 39 anos, e o vigilante Alex James Gomes Mury, de 49 anos.

A investigadora Milene e seu parceiro, ambos integrantes do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), conduziam uma investigação na região das ruas Guadelupe e Venezuela, no Jardim América.

Os dois policiais civis apuravam o furto a uma residência que ocorreu na sexta-feira (15). Foram ao local em uma viatura “descaracterizada”, sem identificação do Deic, e usando trajes civis, como costumam trabalhar. Cada um usava um colar com o distintivo da Polícia Civil, e estavam armados.

Ainda de acordo com dados do boletim de ocorrência, quando a investigadora foi ao imóvel nas imediações para pedir ao proprietário as imagens das câmeras de segurança que poderiam ter gravado o furto, Milene foi atingida por um tiro no peito, que teria sido disparado pelo empresário Rogério Saladino. O colega dela reagiu, atirou e baleou o empresário, que caiu.

O vigilante particular Alex Mury pegou uma das armas do patrão no chão e tentou atirar contra os dois policiais. O investigador reagiu novamente e atingiu o funcionário do empresário, que morreu no local.

A investigadora e o empresário foram socorridos e levados de ambulância para hospitais da região. A morte dela foi confirmada pela Santa Casa de Misericórdia. A dele foi constatada no Hospital São Paulo.

O caso foi registrado como homicídio decorrente de intervenção policial no Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A unidade especial da Polícia Civil investiga ocorrências com morte envolvendo policiais.

Em postagem no Instagram, a modelo Bianca Klamt lamentou a morte do marido: “Meu coração está em prantos. Meu amor, ainda não acredito. Te amo eternamente”, publicou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Arquivos do Blog