Mulher é presa por estupro de vulnerável no interior do Maranhão 

A Polícia Civil do Maranhão prendeu, em Pinheiro, uma mulher de 22 anos suspeita de cometer estupro de vulnerável contra uma criança menor de 7 anos. A suspeita foi detida na quinta-feira (23), em Presidente Sarney, mas o caso só foi divulgado pela polícia nesta segunda-feira (27).

Segundo a Polícia Civil, foi a avó da criança quem denunciou o caso, após perceber que a neta estava se comportando de forma estranha. Durante as investigações, a criança confidenciou que a suspeita costumava chamá-la para locais afastados, nos quais obrigava a criança a beijá-la. Além dos beijos, a vítima era tocada nas partes íntimas e então levada a cometer atos libidinosos.

Após o relato, a criança foi submetida a exames que comprovaram os abusos. A suspeita foi localizada e presa pela Polícia Civil, e então levada para a sede da Delegacia Especial da Mulher, onde cumprirá os procedimentos de praxe.

Sobre o crime

O crime de estupro de vulnerável é previsto no artigo 217-A do Código Penal Brasileiro, caracterizado como conjunção carnal ou prática de ato libidinoso com menor de 14 anos, sendo irrelevante eventual consentimento da vítima para a prática do ato, sua experiência sexual anterior ou existência de relacionamento amoroso com o agente. A pena prevista é de 8 a 15 anos de reclusão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PREVISÃO DO TEMPO
Publicidades

Publicidade

Arquivos do Blog