Maranhão confirma primeira morte por dengue em 2024

A primeira morte por dengue no Maranhão em 2024 foi confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde (SES). O caso é um dos óbitos que estavam sendo investigados por suspeita da doença. A informação está no monitoramento dos casos de arboviroses divulgado pela pasta divulgado nesta segunda-feira (4).

O óbito foi registrado no município de São Luís, onde já foram confirmados 259 casos. Outras dez mortes seguem em investigação nas cidades de: Arari, Bela Vista do MA, Brejo, Itapecuru-Mirim, Lago da Pedra, Pinheiro e São Luís.

Os dados também mostram que já foram notificados 1.643 casos em 129 cidades até o dia 4 de março. Houve a confirmação de 573 pessoas com a doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, e desse total, 37 apresentaram sinais de alarme. Os pacientes são de 61 municípios.

Com relação ao registro de morte pela doença, a SES informou na época que os casos eram investigados e que o prazo para saírem os resultados dependia de cada caso, pois os dados precisam ser encaminhados pelas vigilâncias sanitárias e submetidos a Investigação de Óbito suspeitos por arboviroses no Maranhão.

Dengue grave

Mais um caso de dengue grave foi confirmado no Maranhão pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) entre os dias 27 de fevereiro e 4 março. Os dados são do boletim semanal da 9ª semana epidemiológica do Programa Estadual de Controle de Arboviroses.

O primeiro caso de dengue grave no estado do Maranhão foi confirmado no período entre 10 e 19 de fevereiro e consta no Boletim Semanal do Programa da semana 8.

Vale lembrar que diferente da dengue clássica, mais comum, e que costuma ser controlada com tratamento para aliviar os sintomas, o tipo mais grave da doença, requer intervenção médica imediata, monitoramento rigoroso e, em alguns casos, cuidados intensivos para prevenir complicações potencialmente fatais.

Vacinação Qdenga

Já foram imunizadas 7.770 crianças de 10 e 11 anos, nos municípios de São Luís, Paço do Lumiar, São José de Ribamar, Raposa e Alcântara – cidades que atendem os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde. A meta é a vacinação de 90% do público alvo.

A Secretaria de Estado da Saúde informa que 7.770 doses de Qdenga foram aplicadas até o momento, nos municípios de São Luís, Paço do Lumiar, São José de Ribamar, Raposa e Alcântara. A meta é imunizar 90% do público-alvo, crianças de 10 e 11 anos.

As vacinas estão disponíveis nas unidades básicas de saúde e estão sendo oferecidas nas escolas da rede municipal e estadual, assim como em shoppings e praças públicas.

Em nota, a SES destacou que a Sala de Situação da Dengue tem monitorado a ocorrência de casos e gerenciado as ações de prevenção e controle, além da organização da rede assistencial, para garantir resposta adequada e oportuna à situação epidemiológica da dengue e outras arboviroses no estado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PREVISÃO DO TEMPO
Publicidade

Arquivos do Blog