Gusttavo Lima transforma show em culto evangélico e imita Jair Bolsonaro no interior de Goiás 

Sertanejo foi uma das principais atrações da primeira noite do Caldas Country Festival.

Gusttavo Lima foi do sagrado ao profano em questão de minutos em sua apresentação no Caldas Country Festival na madrugada deste domingo (13), em Caldas Novas (GO). O sertanejo dividiu seu show em etapas e a primeira delas seu comportamento no palco parecia o de um pastor evangélico, com direito a citação de versículos bíblicos e frases sobre amor e perdão.

O sertanejo também falou sobre “deixar o passado para trás”, imitou o presidente Jair Bolsonaro ao citar por diversas vezes a expressão “tá ok”, incitou o público a provar seu “orgulho por ser brasileiro”, falou dos valores da família… mas logo depois começou a falar de sexo, soltou alguns palavrões e convidou o público a promover pegação durante seu show.
“Dê um abraço no seu irmão, no seu pai e na sua mãe. Agradeça pelo amor, por estar com você nos momentos mais difíceis, nos melhores e piores momentos da sua vida. É assim que você descobre quem é de verdade e quem é de mentira. Tá ok?”, disse o artista no palco.

A coluna está no Caldas Country a convite da produção do festival e acompanhou de perto a apresentação do sertanejo, que se recusou a conversar com a imprensa antes e depois de sua apresentação. Mesmo assim, em seu trajeto em direção ao palco, ele atendeu alguns fãs que estavam no backstage e conseguirar furar a barreira de seguranças, que não poupou gritos e empurrões nos mais emocionados.

A apresentação de Gusttavo Lima foi apoteótica, com direito a fogos de artifícios, e contou com uma homenagem a Marília Mendonça, que morreu há um ano em um acidente aéreo. O sertanejo fez questão de dar espaço aos cantores Ageu Silva e Herli Dias, que foram backing vocal da artista, e acabaram contratados por Gusttavo dias depois do acidente fatal.
Juntos, os dois cantaram De Quem É a Culpa?, um dos maiores hits de Marília, enquanto uma foto de Gusttavo abraçado à cantora era exibida no telão, ao fundo. O sertanejo deixou seus dois funcionários brilharem sozinhos e o público se emocionou com a homenagem.

Outro detalhe importante da noite foi a quantidade de fãs que conseguiram burlar a barreira de proteção e invadir o palco durante a apresentação. A coluna contou cinco invasões ao longo das mais de duas horas de performance. Na primeira vez, o rapaz que subiu para tirar fotos com o sertanejo se deu bem e ainda ganhou o terno do artista de presente. Os demais, embora tenham conseguido suas fotos, irritaram os seguranças e saíram a base de gritos e puxões pelos braços. Tenso!

Via Gabriel perline

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Arquivos do Blog