Giro de Notícias: Ibaneis marca reunião e rodoviários suspendem paralisação no DF

Categoria pretendia parar, nesta sexta, exigindo vacinação. No entanto, está prevista reunião com o governador, às 11h, para tratar do tema.

Dezenas de ônibus estacionados na Rodoviária

Os itinerários dos ônibus podem ser conferidos no DF no Ponto.

O Sindicato dos Rodoviários do DF (Sinttrater) suspendeu a paralisação do serviço de ônibus no Distrito Federal, prevista para esta sexta-feira (30/4). A direção da entidade informou ao Metrópoles que o movimento não ocorrerá na data marcada, porque o governador Ibaneis Rocha (MDB) agendou reunião com a categoria, para tratar da vacinação de motoristas e cobradores. O encontro ocorrerá às 11h, no Palácio do Buriti.

Na ocasião, estarão presentes os secretários de Saúde, Osnei Okumoto, e de Mobilidade, Valter Casimiro. “Ao marcar reunião, o governador sinaliza sensibilidade para com a questão, o que faz parecer que é possível encontrar uma saída que não traga transtornos à coletividade”, informou o sindicato, em nota.

Será apresentada ao Governo do Distrito Federal a reivindicação de que os rodoviários sejam vacinados com prioridade, tendo em vista as condições em que trabalham. A entidade representativa considera que a previsão de imunização contra a Covid-19, da maneira como a campanha está sendo conduzida atualmente, vai demorar para se concretizar.

“Um trabalhador rodoviário chega a passar mais de 10h por dia no interior de um ônibus, computando o tempo de efetiva jornada e de ida e volta ao trabalho. Durante esse período, mantém contato com centenas de pessoas diariamente – muitas delas, com o vírus. O ambiente de trabalho desses profissionais não pode ser alterado de forma a assegurar maior proteção. Também, os hábitos de deslocamentos da população não podem ser alterados de forma a garantir o distanciamento recomendado pelas autoridades de saúde. Assim sendo, somente a vacinação poderá trazer um pouco mais de tranquilidade”, alega a categoria.

Desde o início da pandemia da Covid-19, 31 rodoviários morreram em decorrência da Covid-19. De 1o a 28 de abril, segundo dados do sindicato, foram 11 óbitos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PREVISÃO DO TEMPO
Publicidades

Publicidade

Arquivos do Blog