Ex-jogador do Botafogo é encontrado morto em hotel no Rio de Janeiro

Bruno Sá, de 41 anos, estava acompanhado de uma outra pessoa no momento da morte. Polícia investiga a causa do óbito

O ex-jogador de futebol Bruno dos Santos Sá, de 41 anos, morreu, nesta quinta-feira, em um quarto de hotel, no Centro do Rio. Ele estaria acompanhado de uma pessoa quando teria passado mal. Uma equipe de policiais da 5ª DP ( Mem de Sá) foi acionada e esteve no local.

O delegado Bruno Gilaberte, da 5ª DP (Mem de Sá), informou que uma investigação foi aberta para apurar as circunstâncias da morte e que a pessoa que acompanhava o ex-jogador será ouvida na delegacia. Caso seja confirmado que o óbito teve causa natural, o procedimento será encerrado.

Informações preliminares dão conta de que o ex-jogador chegou a consumir uma cerveja durante o tempo que esteve hospedado. Apesar dos policiais terem encontrado apenas um comprimido de vitaminas no quarto onde o zagueiro morreu, o corpo de Bruno deverá passar por um exame toxicológico que poderá revelar se a morte foi causada pela ingestão de algum remédio ou estimulante.

De acordo com o site “O Gol”, Bruno foi revelado pelo Botafogo (RJ) e jogou profissionalmente por América (RJ), Lajeadense (RS), Guarani V. Aires (RS), Aimoré (RS) e Ceres (RJ), onde encerrou a carreira em 2014. Ultimamente, ele participava de amistosos da categoria master.

No último sábado, dia 11, Bruno participou de uma partida de futebol festiva, no Estádio Nilton Santos. O evento reuniu ex-jogadores do Botafogo que se dividiram em dois times, capitaneados pelos ex-atacantes do clube Túlio Maravilha e Loco Abreu.

Na tarde desta quinta-feira, a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) confirmou que Bruno dos Santos Sá trabalhava como segurança na Casa Legislativa.

Fonte: Extra 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Arquivos do Blog