Em reportagem, Roberto Cabrini relata venda de criança por R$1 mil no Marajó

Roberto Cabrini, renomado jornalista, realizou uma reportagem especial na Ilha de Marajó, Pará, para o programa Domingo Espetacular.

Durante a reportagem, Cabrini enfrentou uma tentativa de intimidação por parte de autoridades locais enquanto exercia seu papel de repórter. Ele foi abordado por um homem que buscava impedir que ele filmasse a ação de policiais militares. No entanto, ciente de seus direitos, Cabrini prontamente rebateu a tentativa de cerceamento.

A missão de Cabrini na Ilha de Marajó foi de investigar os relatos de exploração sexual e entrevistar as supostas vítimas e seus familiares, além de buscar desvendar como atuam os criminosos que exploram meninos e meninas para a prostituição.

Na reportagem, Cabrini achou o caso da menina Elisa, de apenas 2 anos que desapareceu em Setembro do ano passado e os pais se deram contra que a menina foi vendida por mil reais para possíveis traficantes. Cabrini conversa com a mãe e avó da vítima.

Além desse caso gravíssimo, a reportagem também relata caso de abuso, exploração e assassinatos de crianças.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PREVISÃO DO TEMPO
Publicidade

Arquivos do Blog