Bebê de 1 ano morre em UPA do DF após esperar mais de 12h por ambulância que faria transferência para hospital

Um bebê de 1 ano de idade morreu na manhã desta quarta-feira (15) na Upa do Recanto das Emas, no Distrito Federal, enquanto esperava por uma ambulância da UTI Vida – que possui contrato de prestação de serviços com o GDF – para ser transferido para a UTI de um hospital. O transporte foi solicitado na noite de terça-feira (14), mas a ambulância só chegou às 7h desta quarta, quando o menino já estava morto.

Foram mais de 12 horas de espera. O bebê, Enzo Gabriel, havia sido diagnosticado com pneumonia, derrame pleural, que é o acúmulo de líquido entre os tecidos que revestem os pulmões e o tórax, e estava entubado enquanto aguardava a transferência para a UTI do Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib).
Até a publicação desta reportagem, o Iges-DF que é responsável pela administração das Upas de Brasília e também pelo contrato com a UTI Vida não havia se manifestado.
Profissionais de saúde da UPA disseram que ligaram diversas vezes para confirmar o transporte, mas recebiam a mesma resposta: “A ambulância já está a caminho”.
A família da criança procurou a Polícia Civil para denunciar o caso.

“A família da criança já entrou em contato conosco. Estão cuidando dos papéis do velório. Mais tarde virão à DP. Já estivemos na UPA para colhermos informações preliminares”, diz o delegado Fernando Fernandes da 27ª Delegacia de Polícia do Recanto das Emas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PREVISÃO DO TEMPO
Publicidades

Publicidade

Arquivos do Blog