Alessandro Martins deve ser transferido para Penitenciária de Pedrinhas

O empresário Alessandro Martins, preso no mês de fevereiro durante uma ação de busca e apreensão em seu imóvel, na capital, pode ser transferido da carceragem situada no Comando Geral da Polícia Militar do Maranhão, que é chamada de ‘Manelão’, para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Isso depois de o Comando da Polícia Militar do Distrito Federal ter comunicado ao Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) que Martins não é policial militar de carreira, reformado, muito menos dispõe de benefício ou proventos da PMDF, como ele chegou a alegar à Justiça.

A PMDF deu a informação ao atender a um ofício formalizado pelo coronel Alexandre Magno de Souza Nunes, Alexandre Magno de Souza Nunes, diretor de Segurança Institucional e Gabinete Militar do Tribunal de Justiça do Maranhão.

Pelo documento, Martins “não ostenta a condição de policial militar, nem como ‘reformado’, e tampouco figura como detentor de benefício ou provento junto à PMDF”, assino o coronel Adriano dos Santos Henrique, da PMDF.

Como o “Manelão” é uma prisão exclusiva para militares – exceto em casos excepcionais -, é possível que Martins seja retirado de lá e transferido para Pedrinhas.

A defesa do empresário deve preparar uma petição para evitar que o Martins seja levado ao Complexo Penitenciário.

Martins já chegou a passar mal no Manelão. Na ocasião, ele foi conduzido para atendimento de urgência numa UPA da capital.

Familiares alegam que ele sofre de problemas psicológicos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PREVISÃO DO TEMPO
Publicidade

Arquivos do Blog